Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados

 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 
Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 
Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 
Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados

 


 


 


Meus Convidados
Home :: Meus Textos :: Cap Shock :: Downloads
     
Poeta: Iracema Zanetti
     
Texto: Noites Sem Fim
     


Cadê a adrenalina 

que nos levava às alturas
e nos consumia?

Cadê o amor tresloucado viciado

que nos deixava suados prostrados
depois de tanta euforia?

Cadê o olhar cobiçoso nos desejando

nos devorando antevendo a hora do prazer

e do gozo?

Cadê as mãos nervosas ansiosas...
explorando sulcos, saliências e contornos?

Cadê as bocas pedindo beijos

e o rolar das línguas
sorvendo o sabor dos beijos?

Cadê o calor dos braços nos
 aninhando entre abraços?

 E cadê nossas pernas entrelaçadas

como nós que não desatam?

Cadê o rolar na cama aconchegante 
que se agigantava ante a pequenez

 de nossos corpos em delírios loucos?

 
Cadê os risos altos os sorrisos calmos
 ao ver o desejo vencido repousando relaxado
 ao findar de nosso ato?

Cadê as juras onde firmávamos

compromissos de não vivermos

um só dia sem comungar o nosso amor?

Cadê...? Cadê...?

Ah... Infelizmente

  tudo não passou de um sonho...

E como chama se apagou...!
 

Assinar Livro de Visitas - Novo Ver Livro de Visitas - Antigo
 


 


 

Visitante Nº