Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados

 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados
 


 


 
 


 


 

Meus
Convidados

 


 


 

Meus Convidados
Home :: Meus Textos :: Cap Shock :: Downloads
     
     
Poeta: lisieux
     
Texto: Berro
     
Berro em tom bem alto,
guturalmente
o grito de um primata
                    que se balança
                    no arvoredo
                    em densa mata


Berro à natureza,
aos quatro ventos
às marés...
          Berro aos sopés
          dos montes,
          nas campinas
e berro nas cidades,
nas esquinas
            botequins...


Berro porque sinto
a dor da humanidade,
das galés...


            e porque tenho na pele
            as cicatrizes
            os lanhos
            dos chicotes


e o olhar de pânico
                  mecânico
dos campos
de extermínio.
 
 
                Berro e o grito
                tenebroso
                e dolorido
sai da alma
cobre-me o corpo
e todos os sentidos...


                          Berro a solidão dos dias-cinza
                          o frio das estepes
                          e do deserto o ardor...


berro porque sinto
o preconceito
            o desespero,
a vergonha
           e a dor.


.                         Berro porque sinto
                          o impacto do mundo
                          e o peso dos segundos


               berro, enfim,


A imensa solidão
da eternidade
e exorcizo essa saudade
                   que há em mim...

BH - 10.05.04
02h36m
Assinar Livro de Visitas - Novo Ver Livro de Visitas - Antigo
 


 


 

Visitante Nº
Contador de visitas
compteur de visite
Contador de visitas