Portal Cdor Heraldo Lage
HLAGE.COM.BR
Grupo Amigos Verso & Prosa

É NÓISH NA FITA !
POLÍTICA...
Conheça também o nosso Blog "É NÓISH NA FITA !"

CALOTE NO MENSALÃO


Enviada por: Idacil

.

 
Boa noite, Maria Lucia!
Não sei como ainda tem gente que acredita no PT.
Pô, os caras são verdadeiras usinas de promessas não cumpridas. Prometem descaradamente achando que o povo é pato. 
Aliás, hoje encontrei uma definição perfeita para petista:
"Ser petista é meio como ser argentino, só eles estão certos. O resto do mundo é que está errado."
Enquanto isso, a  Receita Federal e a Receita Previdenciária, só para teres uma idéia, estão há 45 dias de greve, em função da fusão que foi feita.  Em Brasília tá tudo parado. E dê-lhe propaganda, com boné de futebol, marinheiro, caipira, etc...
Um abraço, Idacil.   
----- Original Message -----
From: Maria Lucia
Sent: Tuesday, October 11, 2005 12:42 AM
Subject: Calote no mensalão
 
Tinha absoluta certeza de que isso iria acontecer. As pessoas não aprendem que a paga do PT para quem o ajuda, é cruel. Está também provado que esse é o Partido dos Trambiqueiros.
Maria Lucia
Calote no mensalão
José Negreiros

Leio no boletim Política Brasileira, editado por Murillo Aragão, que os parlamentares aliados do governo estão enfrentando dificuldades para receber o meu, o seu, o nosso dinheiro de emendas que lhes foi prometido em troca do voto em Aldo Rebelo para a Presidência da Câmara. Bem feito. Quem mandou negociar mensalinho com esse governo? Contentem-se com os elogios do presidente, para quem mensaleiro não é sinônimo de corrupto.

 Outro que ficou na mão foi o frei Cappio, o bispo baiano que fez greve de fome contra o projeto de transposição das águas do São Francisco. O emissário do presidente, Jacques Wagner, conversou com ele. O bispo resolveu acreditar na palavra do governo e suspendeu a greve. Vinte e quatro horas depois, desentendeu-se com Wagner, para quem não houve suspensão da obra ou adiamento do seu início. O bispo diz que sim. Que outra coisa poderia convencê-lo a abrir mão de protesto com repercussão tão globalizada?

 Os mensaleiros e Dom Cappio não são os primeiros a se arrepender por ter acreditado nas promessas de Lula. No ano passado, por ocasião do debate do Orçamento, o senador Cristovam Buarque, pré-candidato do PDT à presidente, negociou com o ministério da Fazenda um pacote de medidas em benefício das pessoas de baixa renda que ele batizou de choque social. As medidas nada mais eram do que a implantação na prática dos planos de Lula, tais como melhoria salarial do professor, aumento real do salário mínimo, aceleração do programa de alfabetização, investimentos em saneamento, aceleração do bolsa escola (que Lula insiste em chamar de bolsa família) etc.

 O presidente vetou a emenda que mandava cumprir suas promessas de campanha. O culpado de sempre foi o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, a quem se atribui o embargo de gastos por motivos óbvios – mostrar para o FMI que o PT é mais realista que o rei, e por isso não há risco de o Brasil não pagar dívida. Não tem dado muito certo, principalmente para o Brasil, mas é assim que funciona. Neste caso, a negociação foi feita com o próprio Palocci. Ou seja, com o sujeito que manda, de fato. Ainda assim, Lula vetou.

 Espero que os mensaleiros, por conveniência eleitoral, e o bispo, por desfrutar da simpatia de Deus, tenham melhor fortuna.

 José Negreiro é jornalista
www.otempo.com.br / josenegreiros@terra.com.br

 
 

Página Principal

Old
Guest Book

Assine meu novo Livro de Visitas
Free Guestbook from Bravenet.com
Livro de Visitas
Antigo