Portal Cdor Heraldo Lage
HLAGE.COM.BR
Grupo Amigos Verso & Prosa

NOSSA HOMENAGEM AO GRUPO GUARARAPES !
COORDENADOR GEN TORRES DE MELO
NOSSA HOMENAGEM ÀS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL !

É NÓISH NA FITA !

GRUPO GUARARAPES

14 ANOS DE LUTA

 
No dia 8 de outubro de 1991, três pessoas deram a idéia de lutarem pela GRANDEZA DO BRASIL. Em 17 de outubro do mesmo mês, 17 brasileiros se reuniram e fundaram o GRUPO GUARARAPES para defender a Soberania e a Unidade Nacionais, com Ordem e Progresso, sob a garantia de Forças Armadas Fortes e Unidas. E o fizeram, inspirados no exemplo dos heróis da epopéia dos GUARARAPES, que expulsaram o invasor holandês, mantendo a Unidade Nacional.

          Estávamos na era COLLOR, com todos os coloridos da irresponsabilidade, não vistos por aqueles que sempre batem palmas aos que estão no governo. De logo, sentimos que as FORÇAS ARMADAS seriam humilhadas e que a Segurança Nacional seria colocada de lado. Basta lembrar dois fatos que bem indicam as nossas assertivas: Os Ministros das três Forças Armadas deveriam apresentar-se à paisana perante a Imprensa como se a farda fosse uma desonra. E o espalhafato e o espetáculo mostrado ao Brasil e ao mundo, quando COLLOR foi fechar o túnel de provas de testes atômicos, objetivo essencial de todo País, que queira ser independente. Deu no que deu. Desastre total e o País pagando a falta de preparo de seus homens públicos.

                      Veio o governo Itamar Franco. Período de transição com as dificuldades  políticas. O GRUPO GUARARAPES, por seu Coordenador Geral, toma parte na COMISSÃO ESPECIAL DE INVESTIGAÇÃO, instalada pelo GOVERNO. Roubo, desvio do dinheiro público aos borbotões e no final os documentos entregues ao Governo FHC, onde corruptos e corruptores foram salvos com o primeiro decreto assinado pelo novo governo, extinguindo a Comissão e dando fim aos documentos.

                      O GRUPO GUARARAPES continuou, vigilante,  nos seus estudos e observações. Documentos semanais analisavam os cincos campos do PODER. Após 5 meses de observações, sentimos que nova desgraça se aproximava. O novo governo se apresentava como moderno e outros adjetivos. Sentia-se que o Presidente FHC só tinha objetivos pessoais. Ele e só ele. Tudo faria para ser o futuro Secretário Geral da ONU ou outro cargo que o colocasse como estrela de primeira grandeza. O GRUPO GUARARAPES mostrava suas preocupações quanto às conseqüências no Campo da Segurança Nacional em virtude das privatizações feitas de maneira desordenada e desonesta. Sentimos que o final seria grave para o País. Tivemos crises políticas e econômicas com resultados desastrosos para a Nação. Elevação da dívida pública interna, com juros escorchantes e nada de positivo para o desenvolvimento do País.

                      Novo governo, com o Presidente Lula, e novas esperanças. Logo, se sentiu, em face de estudo de situação realizado, que um plano de domínio total do Poder estava sendo levado à frente. Três vetores estavam em desenvolvimento. O primeiro, era tentar desmoralizar e mesmo proletarizar as Forças Armadas. Não conseguiram no todo, mas o PODER MILITAR não é levado em consideração em qualquer decisão do governo, mesmo quando se trata de suas Missões Constitucionais. O segundo vetor, era o domínio dos Poderes Judiciário e Legislativo. O Judiciário sofreu uma campanha de desmoralização forte e era apontado como Poder quase que irresponsável. O Legislativo era procurado para se conseguir uma maioria de qualquer maneira e o Executivo nunca acreditou nele, pois o próprio Presidente considerava seus membros como picaretas, sendo estranha a cooptação de seus mais antigos inimigos para fazer parte da base governista. No terceiro vetor, o Executivo; assistia-se à ocupação da maioria dos cargos de confiança pelos elementos ligados ao PT, muitos desqualificados. Não interessava competência e sim o domínio do Poder.

                      O GRUPO GUARARAPES reagia, gritava, indicava o que ia mal, e todos cegos, surdos e mudos. Chamavam-nos de jurássicos, antiquados, saudosistas, e etc. Nós não nos intimidávamos. Continuar na luta era o nosso dever. Estávamos, mais uma vez, certos. Os que estavam no governo eram vigaristas de primeira linha. Veio o escândalo de Roberto Jefferson e o País aparvalhado. Estamos quase num beco sem saída só por uma razão muito simples: CONTINUA A MARCHA DA INSENSATEZ que é comum no campo político humano. Sabe-se que se marcha para uma desgraça, mas a vaidade humana não admite que o curso da história seja mudado.

                      São 14 ANOS DE LUTA. Hoje somos ouvidos. De 17 companheiros, chegamos a ser, atualmente, 1.067 lutadores. Todo dia chega mais um. Essa confiança foi conquistada pelo seguinte: NÃO SOMOS DE ESQUERDA, CENTRO OU DE DIREITA. SOMOS BRASILEIROS.

                      CONTINUAREMOS ALERTANDO A NAÇÃO PARA QUE NÃO SE CHEGUE A UMA REVOLUÇÃO SOCIAL. POIS ATUALMENTE O PERIGO É GRANDE, O PRESIDENTE JÁ SE SENTINDO PERDIDO, EM LUGAR DE GOVERNAR VIVE A FAZER COMÍCIOS, COMO NUMA CAMPANHA ELEITORAL. É GRAVE, POIS DESCE DO SEU PEDESTAL DE CHEFE DA NAÇÃO PARA SE TORNAR UM  DEMAGOGO QUE ABRAÇA E AFAGA ATÉ CONDENADO PELA JUSTIÇA.

                      VIVA O GRUPO GUARARAPES. NOS SEUS 14 ANOS DE VIDA E DE LUTA A SERVIÇO DA PÁTRIA. JUNTE-SE A NÓS, PARA QUE POSSAMOS TENTAR AJUDAR A SALVAR A NAÇÃO DO CAOS! 

          
          ESTAMOS VIVOS!

          GRUPO GUARARAPES!

PERSONALIDADE JURÍDICA sob reg. Nº 12 58 93, Cartório do 1º registro de títulos e documentos, em Fortaleza e, caixa postal 196. CEP 60001-070.
Somos 674 CIVIS - 28 OFICIAIS GENERAIS - 291 OFICIAIS SUPERIORES E 74 Cap/Ten.
TOTAL 1.067   Fortaledza, 11 Out 2005.

          Batistapinheiro@fortalnet.com.br   In memoriam 24 militares e 2 civis www.fortalweb.com.br/grupoguararapes

 

Página Principal

Old
Guest Book

Assine meu novo Livro de Visitas
Livro de Visitas
Antigo