Portal Cdor Heraldo Lage
HLAGE.COM.BR
Grupo Amigos Verso & Prosa

NOSSA HOMENAGEM AO GRUPO GUARARAPES !
COORDENADOR GEN TORRES DE MELO
NOSSA HOMENAGEM ÀS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL !

É NÓISH NA FITA !

GRUPO GUARARAPES

A DANÇA DA SALOMÉ

 
 
   WWW.ACONTINENCIA.COM

 

A DANÇA DE SALOMÉ

 

Já arrastaram as cadeiras. Começou o baile da vitória da camarilha socialista do valerioduto nas pistas dos salões e das mansões de luz vermelha de Brasília.

A nossa "Salomé do Congresso", que abriu o baile, evidentemente não tem a beleza nem o corpo escultural da bailarina preferida de Herodes, nem o das meninas da Mary Jane. Mas, com ousadia, encarou a platéia de centenas de congressistas e dançou! A atual dançarina é quase igual à outra. Talvez, apenas essas pequenas características físicas, imperceptíveis aos olhos de seus companheiros do "Partido da ética", as diferenciam. No restante são quase idênticas. A mais antiga e linda e a nossa  foram dançarinas. A nossa "Salomé paulista" é um pouquinho mais cheinha, mais idosa e não tão bela. No entanto, ambas usaram o corpo e suas insinuações para saciarem seus diabólicos intentos. No pretérito, quando Salomé terminava sua dança, o palácio de Herodes balançava e seus convivas tremiam de desejos. Os aplausos entusiastas denunciavam que Herodes e seus convidados queriam mais. Herodes, para conseguir seu intento, prometia atender qualquer pedido e, louco de desejo, implorava: "Salomé, dança mais uma vez!". Nesse jogo de sedução, Salomé dançou mais uma vez e, como prêmio, levou a cabeça de João Baptista numa bandeja de prata (ali nasceu a idéia de Valérios, Delúbios, Dudas e Dirceus). Quando a Salomé petista terminou sua apresentação, o Congresso de Herodes fez um silêncio sepulcral. Ela, a bailarina  militante dos anseios políticos vermelhos, como troféu, acabara de receber a absolvição de bons-ladrões do erário público. Não satisfeita, agora exige, para dançar novamente para o deleite de nossos "Herodes", a cabeça do "Nildo" numa bandeja de prata, roubada da Caixa ou de uma Mansão de Ribeirão Preto. E segue o baile! Agora, já é gafieira: "Quem tá fora não entra e quem tá dentro não sai!". A minha esperança é que o "Carrasco", bêbado no momento da execução, se engane e corte a cabeça de um ministro.

ERILDO

 

Página Principal

Old
Guest Book

Assine meu novo Livro de Visitas
Livro de Visitas
Antigo