Portal Cdor Heraldo Lage
HLAGE.COM.BR
Grupo Amigos Verso & Prosa

NOSSA HOMENAGEM AO GRUPO GUARARAPES !
COORDENADOR GEN TORRES DE MELO
NOSSA HOMENAGEM ÀS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL !

É NÓISH NA FITA !

GRUPO GUARARAPES

DIREITO DE BANDIDO É CADEIA

 

Temos muitos amigos, Advogados de Defesa, que admiramos pela Competência e Dignidade com que defendem as suas causas, mas, na atual Conjuntura de Violência e de Desrespeito às Leis e às Autoridades Policiais em que vive o Brasil, entendemos que estes Advogados, mesmo os mais Brilhantes, não são as pessoas mais indicadas para exercerem os Cargos de Ministro da Justiça, Secretário de Justiça e/ou Secretário de Segurança Pública dos Estados. Esta nossa Tese se Justifica porque estes Advogados, por Dever de Ofício, se especializaram e passaram toda a sua Vida Profissional a Defender Acusados, entre eles muitos Bandidos do Crime Organizado, Perigosos e Cruéis. (O bandido, por pior que seja, tem Direito a um Advogado). Assim sendo, para estes Advogados que passaram toda a sua Vida Profissional (anos e anos) a buscar explicações para tentar Absolver ou Minorar a Pena de Bandidos, procurando contestar e ou minimizar os crimes cometidos, com todas as Alegações e Prazos que a Lei permite, é impossível MUDAR DE COMPORTAMENTO, e fazer o que a Segurança Pública do Brasil precisa, com Urgência: - O Endurecimento da Repressão ao Crime. O Ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, é um exemplo incontestável deste Equívoco. Em todas as iniciativas em que se quis restringir a liberdade de bandidos, o Ministro posicionou-se contra. E, por último, num Presídio no Norte do País, chegou-se ao cúmulo de desfazer a transferência de um bandido porque os demais, fazendo reféns, impuseram o cumprimento desta exigência.

 

É lógico que o Brasil chegou a esta situação de descalabro na Segurança Pública porque os Governantes esqueceram de que “é de pequeno que se torce o pepino” e perderam o Comando das Ações contra os Bandidos que, agora, se sentem fortes e atacam viaturas policiais, delegacias e quartéis. Foram dar ouvidos a esse pessoal dos “Direitos Humanos” que coloca o Direito Individual dos criminosos acima da segurança do cidadão digno e trabalhador. Bandidos de casos de crimes financeiros são tratados como cidadãos quando não são mais do que ladrões da sociedade e do estado. Dar liberdade e direitos a assassinos cruéis que matam e torturam velhos, mulheres e crianças sob o argumento de que têm “Direitos a serem Respeitados” é coisa de quem anda em carro blindado e mora em condomínios cercados de segurança. Achamos que o Governo devia exigir para quem vier com essa conversa de Direitos Humanos que, antes de poder falar desse assunto, apresente uma certidão de que reside na Linha Vermelha, RJ, numa casa sem segurança particular e não ande em carro blindado.

 

Infelizmente, temos que admitir que, pela Incompetência e Falta de Autoridade e de Responsabilidade dos últimos Governos o Brasil recuou ao tempo do bandido americano, Dillinger, quando a ordem dada pelo Governo dos EUA foi prendê-lo, “vivo ou morto”. Há que se mudar de estratégia. O Direito do bandido sanguinário é ficar comportado no Presídio, trabalhar para pagar o seu sustento e da família.   As visitas devem ser disciplinadas para evitar a feitura de reféns. Construam-se Presídios na Ilha de Trindade ou nos confins da Floresta Amazônica, povoando-a ao comando dos pelotões de fronteira. A Austrália foi colonizada assim e hoje é um grande País.

 

A revista daqueles que possam ter contato com os presos, inclusive advogados, deve ser a mais rigorosa possível. Evita que armas e tóxicos penetrem nos presídios e, também, evitam que os visitadores sofram ameaçadas de morte. A OAB precisa entender que os advogados poderão sofrer ameaças de morte caso não tragam armas ou tóxicos para seus clientes ou quadrilha, inclusive com reflexos na segurança das famílias dos mesmos.

 

Por isso, na opinião do Grupo Guararapes, os cargos, citados ao início deste, respeitadas as Leis, deveriam ser exercidos por Promotores, Delegados de Carreira, Oficiais da Policia Militar e Oficiais das Forças Armadas, ou seja, gente formada e preparada para fazer valer a Disciplina e meter Bandido na Cadeia, antes que seja tarde demais.

 

Pelo que se vê na Imprensa, o Povo Brasileiro já vem demonstrando que quer ações fortes contra o Banditismo e a própria Imprensa tem mostrado compreensão e apoio na luta da Polícia contra o Crime. Só falta o Governo Dar o Exemplo.

Se alguém tem que morrer, que seja um bandido e nunca um policial.   

 

ESTAMOS VIVOS! GRUPO GUARARAPES! PERSONALIDADE JURÍDICA sob reg. Nº 12 58 93, Cartório do 1º registro de títulos e documentos, em Fortaleza e, caixa postal 196. CEP 60001-070. Somos 753 CIVIS – 28 OFICIAIS GENERAIS – 297 OFICIAIS SUPERIORES E 81 CAP/TEN.

TOTAL 1.159
Batistapinheiro@fortalnet.com.br   In memoriam 24 militares e 2 civis
www.fortalweb.com.br/grupoguararapes                   22 de janeiro 2006

 

Página Principal

Old
Guest Book

Assine meu novo Livro de Visitas
Livro de Visitas
Antigo