Portal Cdor Heraldo Lage
HLAGE.COM
Grupo Amigos Verso & Prosa

É NÓISH NA FITA ! POLÍTICA
Conheça também o nosso Blog "É NÓISH NA FITA !"


A TURMA DO LULA ! NINGUÉM MERECE ! CLIQUE E ASSISTA !

Enviada por: Senador Almeida Lima

 
Boletim Digital Nº 019  • 28 de abril de 2006

O Vento das Mudanças – XVII

O Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra – MST, a Central Única dos Trabalhadores – CUT, e a União Nacional dos Estudantes - UNE, embora sejam organizações distintas do Partido dos Trabalhadores e não possuam com este qualquer vínculo legal, estão politicamente ligadas e todas integram o mesmo projeto de poder que objetiva “a construção de uma sociedade diferente para o Brasil”, qual seja, uma sociedade intolerante sob a égide de um governo totalitário, fascista e antidemocrático, cujos valores são a pregação do ódio, do rancor, da cólera e da luta fratricida e da vingança de classe. É necessário que o brasileiro saiba que para a consecução desse projeto está sendo usado dinheiro público na forma de aparelhamento destas entidades que já servem ao governo do presidente Lula da Silva como “tropa de choque” no enfrentamento físico contra quem resistir às ações que já estão em curso. É o flagrante uso das instituições democráticas para a construção de um Estado totalitário. Compreendo, aceito e luto pela construção de uma sociedade fraterna, igualitária, pluralista e democrática sem as profundas injustiças sociais como as existentes em nosso país, e que essa luta trilhe por caminho que leve ao socialismo com a reorganização dos meios de produção. Mas a conquista dessa nova sociedade deve ser feita pela persuasão, dentro dos princípios da racionalidade no uso de argumentos válidos e não pela força, pela inquisição, pelo uso da propaganda baseada na irracionalidade que cria estados psicopatológicos que levam à exaltação mental e ao delírio das massas ignaras, procedimento que já vem sendo amplamente adotado pelo comandante maior, o presidente Lula da Silva.

Engana-se quem imagina que vejo “chifre em cabeça de cavalo”. Trago fatos que já se apresentam estarrecedores:

  1. a ação do MST contra os laboratórios da Aracruz Celulose no Rio Grande do Sul, por mais que justificasse um protesto legítimo, a forma utilizada não deveria ser a da destruição, a da amargura e do ódio;
  2. a visita do presidente Lula da Silva a Sorocaba, São Paulo, para a cerimônia de início de obras no Campus da Universidade de São Carlos se transformou numa ação cruel de militantes da CUT e do PT que, aos gritos de “burgueses, vocês querem derrotar Lula”, agrediram e espancaram fisicamente aos estudantes da própria escola que faziam um simples ato reivindicatório de uma biblioteca, de um restaurante e de alojamentos universitários, sem qualquer conotação político-partidária ou de crítica ao presidente, mas que a ele era dirigido um manifesto pedindo que intercedesse junto à direção da escola. Resultado: em minoria e sem qualquer chance de defesa, os estudantes foram espancados e levados ao Pronto Socorro da própria Universidade;
  3. da visita do presidente Lula da Silva a Porto Alegre resultaram mais agressões contra manifestantes que exerciam o direito democrático de protestar, o que levou o jornalista Cláudio Humberto a escrever em sua coluna sob o título “Jeito fascista”, onde disse: “Na visita de Lula a Porto Alegre, o PT inaugurou a ‘guarda vermelha’, uma tropa de petistas que rasga cartazes e espanca manifestantes contrários ao governo. Lembra os ‘camisas pretas’ fascistas de Benito Mussolini”;
  4. corroborando o envolvimento do MST, da CUT e da UNE neste projeto de poder, como afirmei no artigo anterior, já citando estas entidades, o jornal Folha de São Paulo da última quarta-feira, 26, pág. A6, trás ampla matéria demonstrando o entendimento político dessas entidades e o próprio governo.

Estas entidades (MST, CUT e UNE) deixaram de lado os objetivos para os quais foram criadas. Como compreender que o MST seja aliado exatamente do governo que não atende aos seus objetivos que é a distribuição de terras, cujas estatísticas são inferiores ao do governo anterior? Como compreender que a CUT apóie o governo que mais sacrificou os trabalhadores públicos e privados, ativos e inativos deste país? Como compreender que a UNE seja aliada do governo que não prioriza a educação em nenhum de seus segmentos? Parodiando a escritora/historiadora Barbara W. Tuchman, esta é a marcha da insensatez.

Sim, esta é uma denúncia que faço ao povo brasileiro. Não passarei à história como parlamentar que deveria dar uma contribuição de advertência e de luta e não o fez. A clareza de propósito (ou, despropósito) desta gente e do governo não autoriza o direito à dúvida diante de tantas evidências que nos levam às conclusões aterradoras acerca da sociedade “diferente” que desejam construir para o povo brasileiro. Não esqueça que eles já tentaram amordaçar o Ministério Público Federal, censurar a imprensa, o teatro, o cinema, manobrar o judiciário e comprar, com o mensalão, o parlamento brasileiro. Para minha tristeza, sinto que parte expressiva da oposição brasileira se comporta inadequadamente diante destes fatos que considero aterrorizadores. Uma posição equivocada, tal qual a da França diante de toda a preparação de Adolf Hitler para a guerra. Mas aí fica para a próxima semana.


INFORMATIVO DO GABINETE DO SENADOR ALMEIDA LIMA • SE
Senado Federal • Ala Alexandre Costa • Gabinete 07 • Brasília • DF • CEP 70165-900
Telefones: (61) 311.1034 / 311.1916 / 311.1797 • Fax: (61) 311.1414
Internet: www.almeidalima.com.br • E-mail: almeidal@senador.gov.br

Indique um amigo para receber este boletim
 

Página Principal

Old
Guest Book

Assine meu novo Livro de Visitas
Livro de Visitas
Antigo